destaques emagrecimento lchf low carb receitas

Sobre mudanças e vida nova

Sim, eu resolvi criar um novo blog e, sim, o primeiro post vai ser de um assunto que demorei a assumir para mim mesma: emagrecimento. Nunca fui fitness, nunca fui rata de academia (mas eu já tentei, várias vezes e até com sucesso em algums delas…) mas eu sempre “lutei” contra o meu o peso. Fui um bebê gordito, uma criança idem e na adolescência sofria “bullying” (na época nem existia tal nome) por ser a “maior da turma” – não só de peso, mas também de altura – tenho 1,78m e isso “me ajudou” em alguns aspectos. Mas ser “a diferente” sempre foi razão de desconforto e, consequentemente, tristeza.

Não vou resumir minha história toda logo de cara. Vou dividir por posts e assim não esqueço de nada 🙂 Acontece que, desde sempre, o peso foi um peso para mim. Não cultivo a “indústria da magreza” e tampouco vou criar um insta com fotos minhas na academia, shakes mirabolantes ou comidas caras/difícies que a gente não consegue comer sempre.

É óbvio que fazer exercício físico é bom – e devemos – aliás, esse é meu próximo desafio e contarei o por quê não comecei ainda nessa nova fase.

Mas é também óbvio que quando falamos em “dieta” é algo do tipo: “vou fazer até o dia que perder tantos quilos. Daí, eu volto ao normal e claro que não vou recuperar nada”. – KUEN.

O fato é que esse assunto era um tabu para mim mesma. Jamais pensaria em escrever sobre isso por aqui (eu até tive um blog de emagrecimento na época que eliminei 30kg, mas eu não tinha o Unha Bonita e ninguém me conhecia). Quando você se expõe e as pessoas te conhecem, parece que você fica “com medo” de críticas e julgamentos.

Se não fosse o apoio e força da minha amiga Paula (e depois da consultoria incrível da amiga Ale – amo vocês, meninas!) eu não teria postado essa foto abaixo no instagram do Unha Bonita.

Escrevi o texto no avião, voltado do RJ para SP – e reuni forças e ânimo para encarar esse desafio pessoal. Nunca clicar no “compartilhar” do Instagram foi tão difícil. Assim que o avião pousou, finalmente cliquei no compartilhar, botei o celular na bolsa e fui pegar as malas. Com medo, (estava morrendo de vergonha de ter postado aquela foto) peguei o celular e fui ver se tinha alguma curtida. Me vi ali, ao lado da esteira, chorando com o celular na mão e não acreditando no que as pessoas estavam me escrevendo.

Palavras lindas, de incentivo e agradecimentos. Agradecimento!!! Eu não podia acreditar. Eu não estava sozinha nisso, muitas pessoas passavam exatamente por aquilo que relatei e a partir dali se formou uma outra rede que jamais poderia imaginar que existiria.

A foto e texto são esses:

Assunto off-topic que a amiga @paulapfeiferm me convenceu a postar, queria falar sobre autoconhecimento e encarar a realidade. A foto à esquerda me fez pensar (e muito) em como não estava me reconhecendo em fotos, no espelho já havia algum tempo. Estava triste, deprimida (mesmo depois da pizza, do bombom) e parecia que nada encaixava em mim (nem estou falando de medidas). Minha perda de identidade me fez tomar algumas decisões e uma delas foi a respeito de eu voltar a me reconhecer. Em julho encarei de frente que, sim, o meu peso me incomodava e, acredite, foi difícil demais admitir isso. A comodidade, aquilo de “deixa, só mais um docinho não tem importância, amanhã eu como só alface” – tem muita importância e a gente nem se toca. Passam os anos e você muda. A mudança de hábitos, que até então era algo impraticável, hoje faz minha rotina ser mais leve e de acordo comigo. Em 3 meses eliminei (porque quem perde, acha!) 11kg e, mesmo ainda faltando muuuuito para chegar onde quero, a foto à direita (obrigada amiga @allecaffe pelo clique e por toda consultoria! ❤️) fez eu ver que, finalmente, estou me encontrando de novo. Olhar você, sem medo, sem vergonha, é algo que não tem preço. Então, acima de peso, medidas, e tudo isso que a gente fica bitolado a seguir, dou o conselho de amiga: fique feliz com você mesma. E como é bom admitir isso pra você! Não tenha medo de começar, essa é a parte difícil – o que vem a seguir é você tendo orgulho de você mesma. Foco sempre e nunca, nunca deixe pra amanhã. Agradeço a força de amigos e familiares por me ajudarem a me encontrar. Obrigada, de todo coração. Não sei se esse assunto interessa a vocês, mas se sim, me digam aqui e então falarei mais sobre o assunto. (Não, não quero ser fitness, no sentido de “viver para isso”, fazer coisas que não conseguirei manter a vida toda, fitness é aquilo que te faz bem!), quero ser feliz) #sejafeliz #dápraserfeliz #emagrecimento #lowcarb #paleo #lchf #autoestima #superação #comidadeverdade #foco #antesedepois, #antesdepois #transformacao #ficarlinda #coragemparamudar

A photo posted by Daniele Honorato (@unhabonita) on

 

Depois do feedback de vocês, me deu uma vontade imensa de falar mais do assunto, trocar ideias, experiências, ouvir vocês, sermos amigas nesse caminho… e aí lembrei desse blog e o liberei! 🙂

Não posso deixar de agradecer cada palavra, cada comentário, cada curtida nessa foto. E sim, ela ilustra uma nova fase. E quem diria, um novo blog. Agradeço demais todos vocês <3 <3 <3

Eu sou muito mais do texto do que vídeo, mas se vocês quiserem, também podemos gravar, que acham?!

Fazer dessa jornada um diário me impulsiona para frente e sinto que uma a ajuda a outra

Portanto, no próximo post eu vou falar mais sobre o que eu fiz, o que deixei de fazer (comer Nutella é uma delas kkkk), minha rotina, estudos etc etc

Me deixem nos comentários sobre o que gostariam de ver por aqui! É estranho começar um novo blog assim, do nada, mas já tenho tanta coisa para falar que vai ter chuva de post sim <3

Você também poderá gostar

No Comments

Leave a Reply